Anatomia nas HQs: Rob Liefeld e Paródias Pornôs

Quem ai se lembra de Rob Liefeld? Pois é! Embora hoje o cara tenha se transformado em alvo de verdadeiros malha-judas e chacotas, , devemos lembrar que a década de noventa foi marcada pelo seu traço, principalmente nas grandes sagas, Marvel Onslaught, saca?

(Assim como, vamos chutar longe? Jeph Loeb representa para os roteiristas, o espírito da década de noventa para toda a indústria.)

Os lances pelo qual Liefeld é lembrado, claro, são os verdadeiros feitos anatômicos nas diversas páginas que ilustrou ao longo de sua carreira, colunas em forma de arco, ombros avantajados, seios gigantescos – embora, em perspectiva, isto não seja novidade, visando o que acontecia no Japão – mãos e pés imensos (ou não…), enfim, pra mim, Liefeld lembrou a toda uma geração o fator “cômico” daquilo que sempre foi chamado de Comic Books.

É quase uma extensão do caráter fantasioso do meio, Mutantes, Alienígenas, Seres de outras dimensões, seres, que por definição, já contestam abertamente os limites da física – e, quiçá, da sensatez… -, pense bem, como o Homem Aranha escala paredes SEM ATRITO? Wolverine é retratado como um baixinho cruzamento de Gimli c/ Lobisomem bombado de sotaque caipira, este exemplo e tantos outros são coisas que tradicionalmente fazem parte do meio, então porque não estender isto para suas formas, linhas e dimensões? Ou você acha que Hugh Jackman convence alguém c/ aquela barba falsa e SFX de segunda? Pois é, se roteiristas e desenhistas desafiaram os limites da física – e os leitores compactuaram com isso – porque não também ultrapassar os limites da anatomia humana?

Se uma coisa Liefeld desenhou “bem”, sendo franco, foram as mulheres, roupas curtas e peitões, quem não se lembra de Youngblood, Avengers ou X-Force? Uma das coisas que eu sempre suspeitei, seria a possível inspiração do desenhista na cultura pop japonesa (assim como Frank Quitely, mas de um jeito diferente…), ou as pessoas se esqueceram disto?

Eu gosto de comparar Liefeld ao Uwe Boll (até mesmo fisicamente, você já viu a foto deles no wikipedia?) ele trouxe ao meio aquilo que ninguém queria admitir, diversão gratuita, sem pretensões intelectuais ou sensibilidade estética, e hoje em dia eu vejo as conseqüências disto.

Por mais que os traços anatômicos na década de noventa tenham sido exagerados, lembro-me de um comentário (acho que em uma revista da Ed. Abril) onde Leitor e Editor conversavam via carta, discutindo o rumor que as grandes editoras na época (Marvel, Dc, IMAGE) recomendavam que seus desenhistas assistissem filmes pornôs.

Há quase um semestre, eu publiquei um artigo em meu blog pessoal, o Nerdexploitation chamado “Erotismo nas HQs: Oriente, Ocidente e Conjectura”, onde analisávamos os antecedentes e orientações da indústria de HQs em relação ao gênero, coisa que acabou coincidindo aqui no NerDevils, com artigos onde eu contestei o que seria o gênero “adulto” no meio.

Não é mentira que crescemos com Vampiras, Feiticeiras Escalarte, Mulheres Maravilha e Zatannas e que em eventos dedicados a cultura pop, boa parte de nossa ansiosidade sexual e energias orgônicas são canalizadas naquilo que conhecemos como cosplay. A exploração de uniformes dentro do universo sexual da sociedade como um todo não é algo incomum, temos enfermeiras, policiais, dominatrixes, e etc. A indústria pornô especializa isto, gerando um nicho via cosplay, vide o gênero que é chamado de “H-Cosplay” (isso, Hentai Cosplay), um exemplo tangível, embora haja outros, seria o site Cosplay Sluts

Recentemente tivemos uma explosão daquilo que a imprensa especializada (principalmente o site Bleeding Cool) chamou de “paródias pornôs” do gênero super-herói, a primeira foi “Batman XXX: A Porn Parody” (que teve a participação da Tori Black como Mulher gato, que alias, agora vai protagonizar Wonder Woman XXX) e como fogo de palha, o negócio se alastrou ao ponto de termos até Justice League XXX, feitas por um estúdio chamado Extreme Comixxx, totalmente voltado para produzir paródias com obras do gênero (eles tem anunciado um tal de “The Avengers XXX”, olhos abertos amigos!)

(Porra, ninguém pensou em XXX-men?)

Eu particularmente curti a definição de “Paródia Pornô” como o mais novo segmento do fandom e acredito que no passado, desenhistas como Liefeld ajudaram a traçar este caminho, não como algo exploit, mas sim divertido e até mesmo “cômico”, levando em consideração o quão o gênero de super-heróis está enraizado na cultura pop, isto foi algo natural e completamente esperado

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Comentários

  • Alessio Esteves  On 18/01/2011 at 21:21

    Cara, eu NUNCA gostei das coisas do Liefeld, e olha que sou um caRa de mau gosto. Sei lá, não me descia aqueles desenhos toscos mesmo e quando fui ler Youngblood vi que os roteiros dele eram ainda piores que os desenhos. Não gostava e não gosto.

    Ensaiei por duas ler “Massacre Renasce” (união do Loeb e do Liefeld) e não passei da primeira parte após ver o Capitão América SOZINHO DANDO PORRADA NO MASSACRE! Memos nós leitores de HQs temos algumas leis ficcionais básicas que doém quando são jogadas no lixo.

    E a única coisa que o Liefeld desenhava bem era o braço do Cable.

  • Alessio Esteves  On 19/01/2011 at 13:39

    Lembrei de um cara da mesma época que também fazia desenhos cômicos com mulheres gostosas, muita ação, influência do mangá, sem pretensão artística nenhuma e mesmo assim não caiu no ridículo nem ficou copiando descaradamente ninguém: Erik Larsen.

    Procure ler “The Savage Dragon: Talking With God” e verá tudo isso a níveis estratosféricos em uma ótima HQ!!

  • gostei das fotos e dos comentarios

Trackbacks

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: