Crônicas: O Inferno da ignorância.

Estou na Livraria Saraiva, procurando alguns hardcovers novos para ingressar na minha coleção, quando ao meu lado chega uma mãe com sua filha, ambas sem nenhuma peculiaridade, gente normal, a filha, entusiasmada, pega o livro Harry Potter e a Pedra Filosofal e pede – em tom de súplica – que a mãe compre o livro desta vez, achei esquisito, resolvi atentar aos fatos, porem, o mais surpreendente viria com a resposta da mãe: “Não filha, lembra que o Pastor disse que o livro é obra do demônio?” a filha fez uma cara de decepção, digna daquelas memes que aparecem em sites humorísticos, fechou o bico e acompanhou a mãe pelo resto de sua visita a livraria.

“Evangélicos” eu pensei, ou provavelmente algo parecido, cujo não faço questão de discernir, aquela cena me deixou um pouco chateado, não pela ignorância, mas pelo sentido da mãe negar a criança o acesso ao entretenimento construtivo, ao hábito da leitura, e principalmente, livre arbítrio. Claro, sempre vai existir aquela esnobada referente ao conteúdo do livro, mas antes destas vigorarem, vale lembrar-se do que estamos falando, de uma criança, querendo ler um maldito livro.

Eu gosto de ironizar toda essa situação: se o Deus cristão é tão forte e onipresente, porque o subseqüente medo de satã? Às vezes, eu fico abismado com a grande estima que evangélicos e outros cultos dão a tal figura, como se o principal foco de crença fosse ele e sua capacidade de tentação.

Uma vez, aquele LINDO, o Anton LaVey, disse: “Satã tem sido o melhor amigo que a igreja já teve, pois ele cuidou de seus negócios todos esses anos!” e na cultura pop, satã tem sempre sua presença marcada, graças a deus.

O medo dos religiosos em terem de disputar a atenção de seus pupilos com coisas mais interessantes como Naruto, Ben 10 e Harry Potter, vem da falha em compreender o quanto a oratória religiosa no púlpito, as roupas formais e a música gospel são coisas frágeis, enfadonhas e completamente tautológicas para uma mente juvenil, faminta por estímulos.

Condenar a “magia” no livro é também condenar a riqueza de universos narrativos, o glamour de seus fãs e o esforço de escritores, editores e toda indústria por trás do negócio, é condenar, antes de qualquer coisa, a chance que uma criança teve de enriquecer intelectualmente.

Parabéns Evangélicos, vocês, de fato, provaram que o argumento de vocês está correto, aproximando mais uma alma para a danação no inferno da ignorância.

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Comentários

  • Indily  On 29/09/2010 at 18:15

    Pra variar outro excelente post.

    mas esse em especial mexe comigo, por ser algo que por aqui acompanho sempre. Fico louca de raiva pra não dizer “surtada” por me deparar com cenas como essa que vc descreveu, e o pior é que estão cada vez mais raras… “coisa do capeta” é o que dizem, engraçado analisar a coisa por esse ângulo. Se tudo o que faz rir, sonhar, ou te tira da triste realidade em que se vive por falar de fantasias ou inverdades é do capeta, esse mundo está fadado ao inferno… o que me faz questionar as negativas dessas mães….

    Isso me deixa realmente irritada… A cultura já está cada dia mais condenada, e ainda tenho que me deparar com essas coisas em livrarias… Enfim… deixa minha revolta pra mim…

    Ótimo texto!

  • Aline Cavalcante  On 29/09/2010 at 18:59

    Ah, esses evangélicos, sempre de brinks com a galere.

    Eles não cortam o cabelo, não depilam as pernas, não pintam as unhas e não votam em quem o PASTÔ não indicar. Umas cabecinhas de alfinete, incapazes de discernir o certo e o errado, o bom do ruim.
    Tem uma mina na minha turma da faculdade que não sabe o que quer da vida e, porque alguém da igreja dela disse que a pobre não tinha talento pra faculdade nenhuma e tinha que virar membro de uma daquelas equipes esquisitas de divulgação da igreja, ela quase largou a faculdade. Ela pelo menos teve a sorte de ouvir aconselhamentos de outras pessoas próximas. E todas as pessoas que são teleguiadas e não têm quem lhes tire do transe?
    Tristeza. Pura e simples.

  • Velho da Montanha  On 29/09/2010 at 20:04

    Eu acho o fruto da ignorância é mais o Harry Potter em si. JK Rowlling não tem nem cacife pra ser do capeta.

    Mas existem muitas coisas na cultura pop que são sim demoniacas, o rock por exemplo, sempre foi feito por satanistas, não as bandas românticas e os baratas tontas tipo Radiohead, mas a origemdo rock.

    Não todo o rock, mas o melhor.

    Uma prova disso é Raul Seixas, que era satanista assumido e incluiu diversas mensagens subliminares em suas músicas. Seu contato com Marcelo Motta é conhecido.

    Leiam esse texto aqui:

    http://www.illuminati-news.com/00357.html

    Gavin Badeley, o jornalista historiador do rock é chefe da igreja de satan. Ele afirma o lado demoniaco do rock e despreza bandas que levam esta música para o lado romantico, para ele, rock deve ser coisa do cão. E não é por acaso.

    No Pop tb tem muito satanismo, Lady Gaga é satanismo puro:

    http://vigilantcitizen.com/?p=1676

    http://vigilantcitizen.com/?p=2614

    Na literatura o satanismo sempre esteve presente, os atuais livros pop de Alan Moore puxam pelo lado do capeta, quase toda vertigo é do tinhoso, Karen Berger é provavelmente uma cabalista safada, não tenho dúvidas que fazer um quadrinho como Hellblazer e Sandman exige um pacto com satanás. Alan Moore pretende até influenciar a crianças com um livro sobre magia. Ele sabe o que esta fazendo. Não é qualquer um que escreve algo como From Hell.

    Muitas pessoas como GARTH ENNIS, trabalham para diabo sem saber, involuntariamente, controladas por seres astrais da quarta dimensão inferior.

    Não to dizendo que a obra dessas pessoas não tem valor, pois eu as leio, só estou dizendo que elas são do tranca rua.

    Existem muitas pessoas que trabalham contra o satanismo e não são evangélicos burros. Muitas estão tentando esclarecer as origens de determinados produtos da cultura pop, mas este esforço é inútil pq existe ao mesmo tempo muita desinformação neste meio. Mas algumas fontes são seguras.

    Da mesma forma existem muitas pessoas burras promovendo o satanismo de butique, como esses modernhinhos de hj, tipo consumistas que compram um monte de coisa sem nem saber o que é.

    • Alessio Esteves  On 30/09/2010 at 5:32

      Esse seu coment foi piada, né?

      O Raul Seixas SATANISTA? Ele era da Thelema, do OTO, coisas bem diferentes.

      A parte da Vertigo e sobre o Garth Ennis ser controlado por seres da Quarta Dimensão eu tento comentar depois que eu parar de rir…

      Alguém andou jogando Trevas demais por aí, né?

      A não ser que os autores deste blog TAMBÉM trabalhem pro Tinhoso sem saber (ou sabendo!).

  • coringa138  On 29/09/2010 at 21:53

    Qualquer coisa um pouco fora do comum já é do capeta para esses ignorantes religiosos.
    E o que seria esse um pouco fora do comum? Aquilo que o “pastor” disser que é.

  • Macário Hugo  On 29/09/2010 at 21:56

    Não há nada mais assustador do que a liberdade, porque significa assumir a responsabilidade pelas consequências das próprias escolhas. A crença no diabo, com uma separação muito clara entre o bem e o mal, é uma fuga perfeita, evita o incômodo de ter que escolher e ainda proporciona algo a que responsabilizar: “eu fiz isso porque estava possuído…”

    É igual a algo muito comum em tempos de eleições, as pessoas tendem a “endeusar” o candidato escolhido e “demonizar” o opositor. Evita o incômodo de se informar antes de escolher e da responsabilidade pelos atos do candidato depois de eleito, já que, caso ele não atenda as expectativas, é só dizer que “foi engando” e se voltar contra o político que elegeu assim como um desiludido se volta contra seu Deus.

    Feliz da garotinha, que num ato futuro de rebeldia poderá se voltar para livros e tantas outras “obras do demônio” que a ajudarão a construir sua personalidade e senso crítico.

    Aliás, NerDevils também é obra do demônio.

  • Pinguim  On 30/09/2010 at 2:34

    Ben 10 é fodis.

  • Velho da Montanha  On 30/09/2010 at 21:28

    Quem diz que Thelema não é satanista é pq não conhece nada sobre o assunto, é tipo os caras que dizem que o PT nunca foi comunista.

  • Alessio Esteves  On 30/09/2010 at 23:20

    Por acaso você conhece algum Thelemeita pessoalmente ou leu o Livro da Lei?

    Sabe quantas ordens de mistérios atuais bebem na fonte de Crowley?

    Sabe os avanços que Crowley trouxe para a magia como um todo?

    Por acaso você conhece membros da Igreja de Satã ou leu algo direto deles?

    Eu não estou falando de sites duvidosos da Internet e sim dando minha OPINIÃO com base e coisas que li/ouvi direto da fonte.

    O Crowley foi um grande filho da puta, mas não era satanista, desculpe. E o apelido que cunhou a si mesmo nada mais era do que uma grande ironia na qual muitos caíram.

    Raul Seixas e Paulo Coelho (antes dele não aguentar o tranco e correr pra RAM) eram membros da OTO e estão claros nas obras deles (durante a parceria) os preceitos da ordem: egoísmo (não no sentido que usam normalmente), materialismo e vontade acima de tudo. Não há Bem e Mal, a única coisa que importa é o que eu quero.

    Já a Igreja de Satã usa esse nome para afirmar que o homem vive na terra e tem que desfrutar de suas benesses aqui e agora. E se há as coisas de Deus e as coisas da Terra não são de Deus, então pertencem ao campo do materialismo. O nome de Satá foi usado nesse snetido. Nada de crença em Inferno e pactos com o Tinhoso..

    E o PT nunca foi comunista e sim socialista, mas hoje em dia ele se bandeou para a sócio-democracia com elevados de assistencialismo por parte do Estado.

  • Ericson  On 05/10/2010 at 19:52

    Gente, querem um conselho: se preocupem com coisas práticas/reais.
    Ficar gastando tempo se preocupando com coisas místicas, olísticas ou mágicas não ajuda ninguém a nada. Lose of time.

    Velho da Montanha, não quero soar ofensivo, mas você critica tanto em seu blog os “nerds” por serem fissurados em cultura Pop, mas ao que parece isso tá com cara de projeção.

    • Alessio Esteves  On 05/10/2010 at 23:20

      Respeito sua opinião, mas nem que seja como efeito placebo, essas coisas místicas, holísticas e mágikas tem sim me ajudado.

      Considero perda de tempo quem viaja demais nessas coisas (aliás, qualquer coisa) e esquece de colher benefícios para o mundo prático, real.

      De qualquer maneira, me parece que a visão que temos do que é mágiko diferente da sua. É uma parada bem mais de ver o lado lúdico da vida do que necessariamente noiar com misticismo de banca de jornal.

    • Synthzoid  On 06/10/2010 at 2:15

      Se seu conselho consiste em abrir mão das minhas crenças, escolhas e principalmente, ótica, então desculpa, não vou aceita-lo, ainda mais quando ele dá como alternativa o objetivismo materialista que eu tanto refuto.

      E mesmo dentro dos campos “místicos”, eu sempre estou aberto a auto-crítica, alias, isso é fundamental para que qualquer coisa tenha êxito.

      não é perda de tempo aquiloque me complementa, agrega, me desenvolve, respeito a sua opinião e que para você, infelizmente, isto seja uma perda de tempo, mas da minha parte é um investimento muito bem feito.

  • Dan  On 22/02/2011 at 12:24

    Como tem gente ignorante…

    Raul Seixas NUNCA foi satanista! Era membro da OTO, uma ordem thelemita.
    Os preceitos de Thelema é vontade e amor acima de tudo.

    “Faz o que tu queres, há de ser da lei.”

    Para as coisas serem realizadas, há a necessidade da vontade. O Livro da Lei é a obra tão esclarecedora que, nunca jamais fora mudada. Para que ninguém fizesse como fizeram com a bíblia cristã, e gerasse tanta ignorância, como os fanáticos evangélicos, por exemplo. Se cabe uma discussão, a discussão é AQUI, sobre o Livro da Lei e a Bíblia, por exemplo.

    Outra coisa, Alan Moore, além do que a gente conhece, é um ocultista, suas obras têm vasto conhecimento “oculto”, digamos que precisaríamos ser iniciados para compreendê-la em sua totalidade. Nada de satanismo, pacto com o demo, sacrifícios e lavagem mental…

    Agradeçam aos mestres do ocultismo, Aristóteles, Da Vinci, Galileu Galilei, Newton, Carl Jung, Benjamin Franklin, dentre outros, por revolucionarem os estudos da ciência, e trazerem ao mundo o progresso e o avanço. Mesmo que a Igreja insistisse em combatê-los.

  • Feliz e Realizada  On 19/10/2011 at 16:10

    OLA, lI TODOS OS COMENTÁRIOS ACIMA E ME APAVOREI COM TANTAS MENTES VAZIAS, ME DESCULPEM, MAS ME DIGA DE QUAIS EVANGÉLICOS VOCÊS ESTÃO COMENTANDO, PERGUNTEM A QUALQUER PESSOA DE ALGUMA SEITA SATÂNICA, MAGIA NEGRA… DE QUEM ELAS REALMENTE TEM MEDO? ELAS NÃO TEM MEDOS DOS EVANGÉLICOS EM SI, MAS DOS VERDADEIROS SEGUIDORES DE DEUS. FALAR DOS EVANGÉLICOS É MUITO FACÍL, MAS PRQUE NÃO VÃO CONFERIR DE PERTO? HÁ… PODEM DESMAIAR NUM CULTO DE UMA IGREJA VERDADEIRA.. OU SERÁ TUDO UMA MENTIRA?..IGNORANTE É QUEM ACREDITA QUE UM LIVRINHO DO HARRY POTTER TEM UM CONTEUDO MAIS PROVEITUOSO QUE A BÍBLIA, QUE FOI ESCRITA NUM PERÍODO DE 4000 ANOS, A AINDA RELATA O QUE AONTECE NOS DIAS DE HOJE?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: