Aos idosos, o meu respeito

Falta respeito. E compaixão.

Na minha época (e olha que eu só tenho vinte e três anos) havia muito mais valorização e respeito pelo idoso. Era absurdamente inaceitável que alguém na rua agredisse (física ou verbalmente)  alguém dessa tão chamada terceira idade.

Ainda existiam netos que pediam benção e beijavam as mãos dos avós.

Ainda havia aquele costume de sentar na sala, e ouvir histórias.

Ainda tinha muito mais.

Hoje, eu me irrito de ver que um idiota no ônibus nem ao menos levanta para o senhor de idade sentar-se. Compro briga quando vejo alguém tentando trapacear, ou utilizar-se erroneamente da boa vontade dos “vôzinhos” (adoro chamá-los assim). Dou lição de moral em moleque besta que desrespeita qualquer idoso. Sento a mão em quem agride-os.

Pra mim, eles deviam ser tratados como reis e rainhas. Porque já aturaram muita coisa nessa vida, que por sinal, não é fácil para ninguém.  Já passaram por no mínimo, o dobro do que você passou, e sabem no mínimo umas oitocentas vezes mais sobre qualquer assunto de relacionamento humano.

A pele enrugada e as cicatrizes pelo corpo são nada mais que histórias pra contar.

Hipocrisia é achar que não pagar entrada no ônibus nem no cinema, e ter lá, sua meia dúzia de assentos preferenciais, é “valorizar” o idoso. Isso, é o MÍNIMO que a sociedade pode fazer por eles.

“Indigno” é quem não faz a sua parte. Valorizar o idoso vai muito além disso. E é muito mais simples do que pode parecer.

Dê um bom dia. Ouça suas hitórias. Ajude-o atravessar a rua.  Abrace. Respeite-o.

Simplesmente trate-o de igual para igual. Tenho certeza que ele não precisa mais que isso.

Acho que está mais do que na hora de pensarmos hoje, naqueles que ontem  foram futuro. E hoje, são sabedoria em forma de gente.

Aos idosos, o meu respeito.

About these ads
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Comentários

  • Matusalém  On 13/03/2011 at 11:55

    Muito obrigado… ‘viu, moça?

  • synthzoid  On 14/03/2011 at 17:27

    “Dou lição de moral em moleque besta que desrespeita qualquer idoso.” Então eu acho que me enquadro na categoria moleque besta.

    Vou ser sincero, não respeito idosos, respeito indivíduos independente de sua idade, essa noção idílica do “bom velhinho” é besta a partir do momento que os mesmos não nutrem.

    Muitos, e eu digo, muitos mesmo, são mesquinhos, reacionários e relicários de um passado machista e nocivo. Todo bom velinho já foi um bom filho da puta no passado, Pinochet e Sarney que o digam, não? rs

    Acho interessante parar com essa visão, onde você espera olhos de complacência e camaradagem, não penso duas vezes em encarar “velhinhos” como pessoas dissimuladas e arrogantes.

    (e ainda mais as “velinhas” todas embonecadas, mas não pensam duas vezes em exaltar sua “condição” quando existe alguma comodidade envolvida, hipocrisia tremenda!)

    Vivo em uma cidade c/ 20 milhões de habitantes, acordo as 5:10 e volto pra casa as 22:40, vou parar pra pensar no cômodo alheio quando o fodido sou eu? Dificilmente, e costumo julgar caso por caso.

    (sem falar na conjectura maior das coisas, fala-se de respeito ao idoso com aquela esmola que chamamos de aposentadoria?)

    Você pode até tentar “não tem amor pelos seus avós?” tenho, e muito, eles me ensinaram a falar palavrão, cozinhar, lavar a bunda e zelaram por mim quando meus pais estiveram ausentes, mas não encaro eles com essa visão generalizada de “idoso”.

    É a última coisa que eu penso quando olho pra minha avó, claro, uma pessoa calejada pela vida, enrugada e c/ marcas na pele, mas muito longe de ser uma incapaz merecedora apenas de compaixão piegas…

  • - lord  On 15/03/2011 at 0:40

    Pode parecer um comentário raso, mas concordo integralmente com o que a Amanda falou. A sociedade deveria fazer muito mais por eles, afinal eles já fizeram muito por ela, e filho da puta é quem discorda.

  • Caroline J.  On 15/03/2011 at 1:02

    Olha… eu acho q fico num meio termo entre sua opinião e a do Synthzoid.
    Idosos merecem tanto respeito quanto qualquer indivíduo. Inclusive, eu frequentemente me preocupo mais com a falta de respeito às crianças… que muitas vezes não são nem consideradas pessoas, indivíduos, mas alguma espécie de bichinho sem consciência, sob posse dos pais.

    É verdade que o fato de ser idoso não dá a ninguém uma carteirinha de boa alma. Mas ninguém tem o direito de tratar ninguém mal gratuitamente. Isso vale pra gente de qualquer idade.
    E ceder lugares a idosos, etc, pra mim é simplesmente devido ao maior cansaço e desgaste físico destes, sendo então mais justo que eles tenham mais conforto.

    É igual aquela história de “obedeça os mais velhos”… por quê? Como assim, obedeça só pq é mais velho? Isso significa que ele estará sempre certo? Isso o transforma automaticamente numa autoridade? (e mesmo que transformasse, hehehe…)

    E mesmo o respeito, a premissa é válida enquanto for mútuo. Tem muita história, por exemplo, de velhinhos que assediam moças. Já ouvi uma em q tinha um velhinho q assediava sexualmente todas as mulheres, sussurrando obscenidades nos ouvidos delas, passando a mão, só que nenhuma delas o repreendia nem nada… pq ele era um velhinho! E aí?

    Os idosos realmente merecem ser valorizados e bem tratados. Pelo governo, por todos. Mas não por alguma premissa de que “idade exige respeito”, ou pq “viveu muito mais que eu” (o cara pode ter 100 anos e ainda ser um bronco ignorante), mas pq são seres humanos com suas necessidades particulares.

    • synthzoid  On 15/03/2011 at 18:10

      “Eu frequentemente me preocupo mais com a falta de respeito às crianças…”

      também!
      :)

  • Alessio Esteves  On 15/03/2011 at 1:58

    Eu respeito quem me respeita, seja velho, criança, mulher ou até mesmo um otaku. Sempre parto da premissa qu estou lidando com um ser humano e tal, mas idade não dá direito de ser escroto, maus aí.

  • marco seabra  On 15/03/2011 at 17:20

    Vou ser sincero, não respeito idosos, respeito indivíduos independente de sua idade, essa noção idílica do “bom velhinho” é besta a partir do momento que os mesmos não nutrem.

    Concordo até os canalhas envelhecem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: